Pular para o conteúdo
Início » Estratégias para se destacar em dinâmicas de grupo

Estratégias para se destacar em dinâmicas de grupo

  • por
dinâmicas de grupo
Anúncios

As dinâmicas de grupo são exercícios feitos em grupo para analisar o comportamento dos candidatos a uma vaga.

É possível usar diferentes tipos de dinâmica porque as organizações não precisam mais se prender a processos seletivos que compartilham a mesma estrutura.

Isso acontece porque os profissionais estão cada vez mais preparados e as empresas precisam inovar para identificar talentos que realmente sejam compatíveis com o perfil da empresa.

Anúncios

Uma das melhores modalidades para encontrar o candidato ideal é a dinâmica em grupo, visto que traz inovação, melhora a tomada de decisão e até mesmo deixa o ambiente mais leve, agradável e divertido.

Mas existem alguns tipos de dinâmicas que hoje em dia não podem ser utilizadas porque já não fazem sentido no mercado atual. Também existem aquelas que já foram tão usadas que os profissionais conhecem detalhes.

Por conta disso, são capazes de identificar atitudes que facilitam o processo, assim sendo, as organizações devem procurar alternativas para fazer uma análise detalhada dos candidatos.

Quem deseja se destacar, precisa saber o que é uma dinâmica em grupo, o que fazer para chamar a atenção do recrutador e compreender o que ele vai analisar durante a dinâmica.

O que é dinâmica em grupo?

Dinâmica de grupo é uma ferramenta usada para estudar e desenvolver o comportamento das pessoas, podendo ser usada em várias situações, por exemplo:

  • Com crianças;
  • Em cursos profissionalizantes;
  • Processos seletivos;
  • Em terapias de grupo;
  • Dentro das empresas.

São situações que ajudam a identificar as características do perfil comportamental de cada candidato, como sua capacidade para liderar, como é liderado e como lida com frustrações, estresse, pressões e outras situações do tipo.

É assim que o recrutador de uma confecção de macacão colorido infantil saberá onde o indivíduo mostra um bom desempenho e onde precisa ser aprimorado.

Existem vários exemplos de dinâmica de grupo, e uma delas é conhecida como dinâmica da ilha deserta que apresenta situações aos participantes e propõe que respondam com quem desejam compartilhar determinada situação.

Seu principal intuito é verificar a qualidade da relação entre os colaboradores, e para colocá-la em prática, é necessário usar itens como lápis, folhas de papel em branco e envelope.

Em cada envelope, serão inseridas algumas perguntas, por exemplo, é possível perguntar se o indivíduo, caso estivesse perdido em uma ilha, quem do grupo escolheria para estar junto.

O recrutador também pode perguntar qual dos colegas essas pessoas escolheriam para auxiliar durante a organização de um evento.

Depois de distribuir o questionário, os participantes devem responder, mas tudo é feito de maneira anônima, visto que não é necessário se identificar ou mostrar as respostas para os outros envolvidos.

Em uma empresa especializada em alugar caçamba para entulho, fazer essa dinâmica de maneira anônima garante mais veracidade nas respostas e evita constrangimentos e desentendimentos.

As respostas devem ser recolhidas e o recrutador deve somá-las e aplicar o feedback em relação à classificação do participante. O retorno precisa ser oferecido individualmente e os resultados devem ser usados para promover melhorias.

Como se destacar em uma dinâmica?

Existem algumas estratégias que os participantes podem usar para se destacar durante uma dinâmica de grupo, e entre as principais estão:

Participar das atividades

A dinâmica de grupo costuma durar de 2 a 3 horas e é durante esse intervalo que o recrutador vai avaliar os candidatos, e o instrumento usado para fazer a avaliação são as atividades.

Quem está concorrendo a uma vaga não pode ficar mudo o tempo todo porque assim é difícil adivinhar suas qualidades. O tempo usado durante a dinâmica deve ser aproveitado para mostrar informações relevantes.

Estudar a empresa

Até mesmo antes de se candidatar para uma vaga, é muito importante estudar a empresa para saber o que ela faz, qual é seu segmento, sua cultura, entre outros aspectos importantes.

Supondo que alguém está se candidatando para um negócio de instalação de tela quadriculada ondulada, também deve compreender o tipo de profissional que ele está buscando.

Quem gosta de inovar pode procurar empresas de bens de consumo, por exemplo, e levar essas informações em consideração ajuda durante o desempenho na dinâmica, afinal, o candidato tem uma ideia do que o recrutador está buscando.

Saber o que é avaliado

Quem já participou de uma dinâmica em grupo e não foi selecionado precisa entender o motivo da reprovação e o que foi avaliado no momento.

Geralmente, as pessoas não são aprovadas quando não mostram as competências específicas procuradas para a vaga, entretanto, cada um possui qualidades que são valorizadas por outras empresas e cargos.

Mas a reprovação pode vir simplesmente porque o candidato realmente não tem um perfil compatível, mas independentemente disso, é fundamental se esforçar para mostrar as qualidades e habilidades durante a dinâmica.

Não ser um personagem

A dinâmica de grupo usada por uma clínica especializada em exame para cachorro possui seus propósitos bem definidos. Pode ser que a companhia queira candidatos extrovertidos e com potencial de liderança, enquanto outra deseja um profissional mais analítico.

Se uma pessoa interpretar um personagem organizado e proativo e a corporação não estiver buscando isso, pode eliminar suas chances. Não é possível saber exatamente o que a empresa busca, por isso, é fundamental ser quem realmente é.

Não exagerar

A base para a participação durante as atividades deve ser o bom senso e o candidato não pode exagerar.

Um dos maiores erros é ser aquele profissional que fala o tempo todo e que tenta aparecer mais do que os outros. Isso irrita o recrutador e até mesmo os demais candidatos.

Muitos acreditam que aquele que fala mais ou mais alto pode levar a melhor durante o acontecimento, mas isso não é verdade.

Consegue se destacar aquele que demonstra autoconhecimento e essa habilidade é indispensável em toda a vida profissional.

Com isso posto, se alguém deseja preencher uma vaga em um fabricante de banheiro químico luxo, ao invés de exagerar na dinâmica em grupo, precisa chegar lá sabendo quais são suas qualidades e seus defeitos.

O que o recrutador observa?

Esse processo tem como objetivo promover a interação entre os candidatos e desenvolver tarefas em grupo que mostram o potencial de cada um para preencher a vaga.

Muitas pessoas temem essa etapa do processo seletivo, tendo em vista seu poder de decisão, mas para aliviar a pressão do momento, é interessante saber o que está sendo avaliado pelo recrutador.

Primeiro ele vai definir o perfil profissional que a empresa busca, visto que é necessário entender o tipo de candidato que a corporação quer atrair.

O perfil de uma pessoa está muito além de quesitos básicos como idiomas, experiência e formação. De qualquer forma, o recrutador vai avaliar os conhecimentos técnicos que o profissional precisa apresentar.

Uma empresa de aluguel de castelo inflável também vai definir as competências comportamentais ideais para sua vaga. Se houver uma oportunidade pontual para um cargo de analista, o recrutador vai investigar o perfil comportamental necessário.

Se o indivíduo tiver que trabalhar com um chefe introspectivo, dentro de um cargo que exige muitas etapas de análise, é necessário que o profissional seja introspectivo também é capaz de se manter concentrado por longos períodos.

Agora, se for necessário ter que responder a dois chefes que não ficam na empresa, então ela precisa de profissionais que saibam tomar a iniciativa e trabalhar sozinhos, e essas informações são analisadas durante a dinâmica de grupo.

É a partir disso que o avaliador de um fabricante de extratora chopeira vai escolher as atividades que vão mostrar as características e competências que a corporação procura.

Cada dinâmica de grupo avalia certos aspectos sobre a personalidade dos profissionais e são informações sigilosas.

Tudo também depende da eficiência do processo seletivo, uma vez que se todos os candidatos souberem o que a organização está procurando em um profissional, muitos vão simplesmente simular essa característica.

De qualquer forma, o avaliador vai observar o desempenho diante de outros candidatos, a forma como cada um resolve situações e problemas, como é o raciocínio lógico, a personalidade do indivíduo, sua inteligência emocional e como lida com pressão.

Afinal, independentemente da empresa que está oferecendo a vaga, como uma especializada em locação de andaimes, existem várias situações no cotidiano que exigem preparo por parte dos profissionais.

Considerações finais

A dinâmica de grupo é um processo muito importante para que os recrutadores consigam identificar os candidatos que apresentam o perfil ideal de uma vaga, e é o momento que essas pessoas têm para mostrar suas características e habilidades.

Basta agir de maneira natural e participar de todas as atividades que isso vai permitir ao avaliador considerar os pontos importantes para a companhia e o profissional tem a chance de conquistar uma vaga que realmente combine com ele.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *