Pular para o conteúdo
Início » Mulher no mercado de trabalho: Desafios, importância e como se preparar

Mulher no mercado de trabalho: Desafios, importância e como se preparar

  • por
Mulher no mercado de trabalho
Anúncios

As mulheres são a maioria da população do nosso país. Entretanto, grande parte dessas mulheres ainda enfrentam muitas dificuldades no que diz respeito a encontrar o seu espaço tão concorrido no mercado de trabalho. Dessa forma, podemos dizer que a mulher no mercado de trabalho acaba sofrendo na hora de conseguir um bom salário ou mesmo uma ascensão profissional que tanto almeja. No entanto, com as novas mudanças trazidas pela Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT, esse papel vem aumentando e a mulher está conseguindo alcançar o seu lugar no mercado.

Além disso, de acordo com pesquisas realizadas por especialistas, a mulher no mercado de trabalho apresenta muito mais competência evolutiva em comparação aos homens. Dessa forma, é importante que ela se prepare para os desafios de forma adequada, de modo que seja possível enfrentar todas as dificuldades do mercado de trabalho. Se você é mulher e quer saber mais sobre o tema, continue lendo o texto que se segue para ficar por dentro de todas as informações que nós reunimos a respeito do tema.

Qual a importância da diversidade no mercado de trabalho?

Conforme informações colhidas de uma pesquisa feita pelo IBGE, nos dias atuais, cerca de 40% dos cargos de chefia são ocupados pelas mulheres. Frente a isso, temos aproximadamente 60% desses cargos ocupados por homens. Esse aumento faz parte do programa de incentivo criado pelo governo para fazer com que mais mulheres ocupem posições de liderança nas empresas.

Anúncios

Diante das informações obtidas a partir desses dados, ainda é possível perceber que existe uma desigualdade de gênero presente em praticamente todas as empresas do nosso país. Essa desigualdade cria inúmeros obstáculos para as mulheres, fazendo com que surjam situações de abuso, bem como salários reduzidos ao compararmos com o salário recebido pelos homens. Promover uma diversidade no mercado de trabalho pode contribuir para que cada vez mais mulheres reivindiquem de seus espaços nos ambientes empresariais.

O Ministério do Trabalho também trouxe algumas informações e dados sobre os setores de trabalho que mais apresentam a presença de mulheres em postos de trabalho.  Esses setores que possuem um número maior de mulheres acabam apresentando resultados positivos em comparação com setores de emprego que possuem apenas homens trabalhando. Com isso, percebe-se todos os benefícios que a força e a competência das mulheres podem trazer para qualquer ambiente em que elas estejam inseridas.

Algumas iniciativas como a do Sebrae na região Norte do Brasil, possibilitam a qualificação de milhares de jovens para atuarem no mercado de trabalho. O principal objetivo dessa iniciativa é criar melhores oportunidades de emprego nas instituições locais e desenvolver as habilidades profissionais para os novos colaboradores. Dessa forma, é possível trazer um impulso que as mulheres precisam para se inserir no mercado de trabalho e reduzir as desigualdades que há muito tempo são responsáveis por separar elas dos homens.

Por que a mulher deve ser inserida no mercado de trabalho?

A realidade é que muitas mulheres ainda recebem menos que os homens, mesmo quando realizam as mesmas tarefas no trabalho. De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa Catho, as condições e hierarquias impostas pela empresa também prejudicam as mulheres em comparação com seus colegas homens. Em outras palavras, há a necessidade de rever com urgência as ocupações socialmente relevantes na sociedade, porque variam significativamente entre os diferentes setores econômicos.

Um fato que distingue as mulheres no ambiente de trabalho é justamente a capacidade de multitarefa. Uma pesquisa do IBGE mostra que, embora muitas pessoas ainda vivam na realidade da dupla jornada, elas são capazes de tomar decisões e resolver problemas com rapidez. Portanto, o fato de ocupar cargos representa uma maior oportunidade de retorno de renda para famílias.

Além disso, contar com a participação de mulheres numa equipe de trabalho contribui para que haja uma redução acentuada no preconceito de gênero. Isso acontece porque as empresas acabam se tornando menos autoritárias e passando a ser mais colaborativa. Isso faz com que haja um favorecimento no combate aos preconceitos criados em cima da figura do público feminino.

Quais são os desafios enfrentados?

A qualificação profissional continua sendo um dos maiores desafios na geração de renda para as mulheres, segundo estudo do IPEA. As duplas jornadas obrigatórias e as desigualdades relacionadas com o género acabam por levá-los a atrasar ou mesmo suspender a vida acadêmica. Por isso, ingressar na universidade é um dos caminhos mais indicados para quem precisa se qualificar e se posicionar no mercado.

Ainda um desafio para as mulheres que entram no mercado de trabalho, outro obstáculo que enfrentam são as múltiplas jornadas que muitas enfrentam. Além do trabalho, eles também são responsáveis ​​por cuidar da casa e da família, e essas tarefas lhes trazem muitas obrigações. Com isso, muitas mulheres perdem oportunidades decisivas para suas carreiras devido ao tempo que levam para atingir esses objetivos. Isso faz com que a participação feminina no mercado de trabalho seja ainda menor do que o esperado. 

Veja também:
Como saber se você foi bem em uma entrevista de emprego
Vagas de emprego abertas na C6 Bank, Amazon e Renner; como se inscrever
Veja como se inscrever nas vagas abertas do Itaú SEST SENAT e Magalu

Quais os benefícios da mulher no mercado de trabalho?

Muitas empresas e instituições públicas e privadas se beneficiam da diversidade de suas forças de trabalho. As mulheres em particular possuem características muito positivas como gestão, organização, altos níveis de motivação e autonomia. Além disso, as empresas que priorizam as mulheres ajudam a eliminar a desigualdade de gênero e o preconceito contra a qualificação feminina. 

Por isso, os gestores corporativos devem estar atentos à presença das mulheres e proporcionar-lhes oportunidades para uma verdadeira integração na equipe. Por exemplo, no processo de seleção, habilidades e diferenças devem primeiro ser reconhecidas. No entanto, para serem mais iguais, os salários dos homens e das mulheres devem ser os mesmos. Esses e outros benefícios podem ser alcançados a partir de uma maior inclusão das mulheres no mercado de trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *