Pular para o conteúdo
Início » Offboarding: como pode afetar a reputação da empresa

Offboarding: como pode afetar a reputação da empresa

  • por
offboarding
Anúncios

Todo mundo sabe que o mercado é um elemento bastante dinâmico e, por vezes, é possível perceber um grande fluxo de entrada e saídas de funcionários de uma empresa. Por essa razão, é essencial saber como fundamentar um onboarding e um offboarding.

Lidar com o mercado de trabalho pode ser um dos grandes desafios do mundo profissional. Esse é um aspecto de forte impacto tanto dentro da empresa quanto sob a ótica de seus colaboradores nas mais diversas instâncias.

No primeiro caso, torna-se bastante importante saber como lidar com o recrutamento e seleção, manutenção de funcionários, trilha de carreira e, eventualmente, demissões, seja por ação da empresa ou dos colaboradores.

Anúncios

Esses são pontos essenciais e que fazem parte das delegações do departamento de recursos humanos de uma empresa. Saber lidar de forma estratégica com esses aspectos pode ser essencial para uma série de fatores.

Já dentro de uma ótica do funcionário, há uma série de demandas a serem levadas em consideração, como é o caso de sua capacitação profissional, busca por novas experiências e uma série de elementos.

Seja como for, uma pessoa especializada em confecção de cortina rolo área externa, por exemplo, pode precisar renovar seu conhecimento a partir do surgimento de novas marcas e designs.

Sendo assim, há um dinamismo bastante grande dentro desses processos de mercado de trabalho. Saber lidar com eles pode ser bastante importante para algumas construções dentro desses padrões.

Assim, seja para um vendedor de caixa para salgados 40×40 no comércio B2B, seja para uma dinâmica de contratação de novos funcionários, é importante saber como lidar com todas essas demandas profissionais.

A importância dos processos de RH

Diante desses pontos, o RH pode ser um elemento determinante para a consolidação de um bom ambiente empresarial. Afinal de contas, ele é o responsável por gerenciar todos esses fatores mencionados.

Nesse sentido, esse é um departamento destinado a uma gestão de pessoas, tanto do ponto de vista da escolha em um recrutamento quanto em uma perspectiva de formulação de avanços profissionais para os colaboradores.

A contratação de um design de produtos especializado em elementos de luxo pode ser uma ótima aquisição para uma fábrica de púlpito em acrílico cristal. Contudo, é preciso saber como lidar com esses aspectos.

Desta forma, o departamento de RH busca os melhores profissionais disponíveis para determinada função e, ao mesmo tempo, lida com as demandas internas de produtividade e, também, aquelas trazidas pelos funcionários.

Saber gerir esses espaços pode ser importante para garantir uma integração mais consolidada de um novo funcionário e, também, reduzir possíveis insatisfações dentro dos mais variados processos.

Ou seja, a partir de uma análise interna de uma empresa, é possível encontrar funcionários que precisam ser promovidos, outros com a produtividade baixa e uma série de elementos importantes para se gerenciar.

Lidar, portanto, com todas essas variáveis podem ajudar a consolidar um ambiente melhor de trabalho e, com isso, elevar a capacidade produtiva e o entusiasmo de uma equipe dentro dessas perspectivas.

Para garantir que uma empresa da construção civil tenha um bom desempenho no desenvolvimento de um serviço de impermeabilização de reservatório de água potável, torna-se fundamental lidar com o incentivo daqueles funcionários.

Caso contrário, é possível encontrar uma série de elementos empresariais complexos e, com isso, há uma grande possibilidade de haver alguns tipos de conflitos, o que pode levar a um fator ruim para todos os lados: a demissão.

O que leva a demissão?

Seja do ponto de vista da empresa ou do profissional, a demissão pode ser um fator insólito. Até mesmo em situações em que essa atitude é uma deliberação própria, esse é um fator um pouco complexo.

É muito comum, por exemplo, um funcionário insatisfeito pedir demissão. Do ponto de vista da empresa, esse pode ser um fator negativo, pois essa perspectiva pode representar uma perda de um talento.

Para o profissional, a demissão é o último recurso. Afinal de contas, esse é um fator influenciado por uma série de elementos negativos, como a falta de reconhecimento e outras perspectivas.

Já quando a demissão é uma atitude da empresa, por mais que esse seja um elemento estratégico, o ideal é, justamente, a criação de uma equipe integrada e com perspectivas de longo prazo.

Nesse sentido, a demissão pode ser causada por falta de alinhamento cultural, redução de produtividade e uma série de outros elementos.

Ou seja, manter uma coesão em uma equipe de confecção de uniforme auxiliar de cozinha pode ser um fator importante para evitar possíveis desligamentos dentro dessas áreas.

O que é um offboarding?

É muito comum, atualmente, apontar o assunto de onboarding como um elemento determinante para um funcionário novo na empresa. Afinal de contas, esses são elementos de integração essenciais para seu desenvolvimento.

Contudo, é preciso, também, entender o que deve ser feito quando um funcionário é demitido. Ou seja, o mesmo cuidado do onboarding precisa ser destinado, também, ao offboarding.

Durante muitos anos, as empresas demitiam em um processo mais frio e com uma comunicação bastante direta por parte das lideranças.

No entanto, como há uma grande preocupação a respeito da reputação das marcas empregadoras, é importante saber como elaborar esse processo de forma estratégica nesse sentido.

Desta forma, uma clínica de internação para cachorro pode garantir uma perspectiva empregadora positiva em seu mercado e atrair novos talentos.

Para que isso ocorra, é preciso entender o offboarding como um conjunto de abordagens estratégicas a serem destinadas a um momento delicado daquela reunião com o funcionário demitido.

Por que investir em offboarding?

Como é possível notar, a demissão de um funcionário não é uma tarefa simples, pois ela lida com uma série de contextos emocionais bastante intensos.

Nesse sentido, a importância do offboarding está, justamente, no caráter cada vez mais humanizado dessas abordagens.

Baseando-se nisso, o funcionário pode se sentir mais assistido do ponto de vista dessas perspectivas e, portanto, lidar de forma bastante objetiva com algumas perspectivas.

Assim como a apresentação do ambiente, como a baia estação de trabalho do novo funcionário, é importante para um onboarding, saber como lidar com o desligamento, também, é.

Seja como for, garantir uma visibilidade de marca empregadora no mercado pode ajudar em diversas perspectivas. Seja para elevar o branding ou, até mesmo, atrair novos funcionários, esse é um elemento importante.

Estruturas do offboarding

O offboarding é um fator estratégico a ser implementado dentro de uma perspectiva bastante delicada e, por conta disso, é preciso saber como montar uma estrutura bem definida para esses processos.

Antes de qualquer coisa, a empresa precisa compreender as dinâmicas de comunicação dentro de suas estruturas. Afinal de contas, não adianta fazer um offboarding bem elaborado em um ambiente hostil.

Sendo assim, as perspectivas de RH precisam valer em todo o processo de trabalho dentro daquele ambiente, até mesmo para se evitar processos.

Por exemplo, uma empresa que trabalha com entrega de massa para drywall 1kg e fornece um bom ambiente como todos os EPIs necessários pode, em grande medida, ter mais facilidade em um offboarding.

Baseando-se nesses aspectos, é preciso compreender quais são os elementos que não podem faltar em uma estrutura estratégica como essa:

  • Comunicação transparente;
  • Empatia com a emoção do funcionário;
  • Linguagem não violenta;
  • Justificativa do desligamento;
  • Esclarecimento de dúvidas;
  • Escutar o funcionário;
  • Orientá-lo para as etapas do desligamento.

Todos esses aspectos são importantes para garantir uma visibilidade mais humanizada de todos esses elementos de demissão.

Vantagens do offboarding

Como é possível notar, diante das estruturas inovadoras do mercado, não há mais como pensar em um processo de demissão sem uma orientação consolidada a respeito de um offboarding bem estruturado.

Por essa razão, torna-se importante saber quais são os benefícios trazidos por esse tipo de abordagem. Alguns deles são:

  • Elevação da percepção de marca empregadora;
  • Redução de atritos no desligamento;
  • Redução de processos trabalhistas;
  • Indicação de novos talentos;
  • Redução de riscos.

Garantir, portanto, um processo bem estruturado de offboarding pode ser um fator essencial para a manutenção de uma imagem mais humanizada dentro dos aspectos empresariais.

Considerações finais

Com o passar dos anos, uma variedade bastante grande de estratégias passaram a fazer parte das empresas, sobretudo dentro dos departamentos de RH.

Saber lidar com o público interno da empresa pode ser tão importante quanto lidar com as perspectivas externas.

Por essa razão, é essencial saber a hora de investir em um bom onboarding e, também, em um offboarding humanizado.

Dessa forma, a demissão passa a ser um fator menos complexo e pode evitar a obtenção de saldos negativos a respeito desses processos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *