Pular para o conteúdo
Início » Mercado aquecido: como ingressar em áreas que sobram empregos

Mercado aquecido: como ingressar em áreas que sobram empregos

  • por
Mercado aquecido
Anúncios

Periodicamente, o mercado de trabalho passa por transformações, mercado aquecido no que diz respeito a novas profissões que emergem, enquanto outras se tornam obsoletas e desaparecem.

Um exemplo é a profissão de telefonista, que costumava centralizar e encaminhar ligações para seus destinos. Atualmente, essa atividade é praticamente inexistente, graças às tecnologias que permitem ligações diretas, sem intermediários.

A evolução tecnológica tem sido a principal responsável pelas mudanças no mercado de trabalho. Nos últimos anos, em especial, as máquinas se tornaram capazes de realizar tarefas antes executadas exclusivamente por seres humanos.

Anúncios

Um exemplo é o trabalho de analistas financeiros na Bolsa de Valores, que antes envolvia muitas ligações telefônicas durante o pregão ou até na venda de bateria de carro 70 amperes.

Hoje, robôs já superam os humanos como consultores de investimentos, podendo ser melhores para orientar as melhores opções de investimentos, como indicado por um estudo realizado nos Estados Unidos.

Em resposta a essas transformações, bancos e instituições financeiras têm cada vez mais utilizado atendimentos automatizados para substituir a mão de obra de analistas.

E com o fato de que desde a instalação de um motor de portão semi industrial, até mesmo pesquisas científicas precisam de um nível de qualificação, é correto afirmar que enquanto algumas profissões desaparecem, outras emergem no mercado de trabalho.

Entendendo o que são essas novas profissões

As novas profissões surgem como ocupações de trabalho recentes e em alta no mercado atual, embora tenham um tempo de vida curto, mas potencial para serem carreiras nos próximos anos.

Por outro lado, existem diversas outras profissões que persistem em evidência há muitos anos e dificilmente serão extintas, como:

  • Médicos;
  • Enfermeiros;
  • Administradores;
  • Compradores;
  • Especialistas em recursos humanos

Entre muitas outras que são essenciais para a sociedade. E apesar de não serem novas, essas profissões, assim como os serviços de motoboy entrega de documentos, se adaptam e se reinventam com o tempo. 

Portanto, é essencial que os profissionais estejam aptos a se adaptar às mudanças para seguir as tendências do mercado de trabalho.

O surgimento de novas profissões está diretamente relacionado à demanda do mercado de trabalho por uma atividade específica e à busca por profissionais qualificados.

É a necessidade de contratação em grande volume que cria novos cargos e abre espaço para novas profissões, como um designer de projeto climatização residencial, por exemplo.

Entretanto, essa dinâmica é impulsionada por fatores distintos, como a evolução dos recursos e as mudanças nos comportamentos de consumo da sociedade. 

As profissões emergentes, que já são dominantes no mercado e tendem a se manter nos próximos anos, estão fortemente ligadas às tecnologias em desenvolvimento.

11 áreas que estão com falta de profissionais

A área de Tecnologia da Informação (TI) ocupa o primeiro lugar na lista de demanda por profissionais qualificados, com cerca de 420 mil vagas previstas até 2024.

No entanto, a quantidade de profissionais formados anualmente é baixa, o que pode levar a um risco de escassez de mão de obra qualificada para preencher as vagas disponíveis.

Além disso, é possível citar algumas outras profissões que estão com muita demanda de profissionais qualificados. Estas são:

  1. Arquiteto;
  2. Engenheiro;
  3. Assistente de Recursos Humanos;
  4. Analista de sistemas;
  5. Analista de BI;
  6. Cientista de dados;
  7. Programador;
  8. Desenvolvedor Web;
  9. Analista de desenvolvimento;
  10. Webmaster;
  11. Analista de segurança da informação.

Todas essas estão com falta de profissionais bem qualificados e com o avanço da tecnologia, algumas outras áreas também tendem a ter maiores vagas, como é o caso de uma empresa de limpeza industrial que pode ter dificuldade para achar profissionais.

7 maneiras de se qualificar para novas áreas

As tecnologias emergentes, como a Inteligência Artificial, 5G, big data e IoT, têm o potencial de transformar o mundo em que vivemos, assim como o modo como trabalhamos. É provável que surjam novas profissões decorrentes dessas mudanças 

No entanto, muitas pessoas estão subestimando o impacto dessas tecnologias em suas vidas e carreiras, ao invés de considerar as implicações que elas podem ter.

É importante que as novas gerações tenham consciência de que estão vivenciando novos e inéditos paradigmas do mercado de trabalho.

A Revolução Industrial, por exemplo, representou uma grande quebra de paradigma, mas depois ocorreram várias mudanças dentro de uma visão ainda baseada em uma sociedade industrial.

Atualmente, o mundo está passando por uma revolução que traz algumas situações completamente inéditas. E para que as pessoas se preparem para os trabalhos do futuro, existem algumas dicas interessantes. Estas são:

Saber que o “toque” humano sempre será necessário

No processo de automação e inteligência artificial, há uma tendência de substituição de trabalhadores humanos por máquinas.

No entanto, ainda é necessário um intermediário entre a máquina e as pessoas. Além disso, muitas profissões ainda exigem interação humana como parte integrante do trabalho.

Entender que algumas coisas ainda continuam iguais

Independente do tipo de projeto, seja ele o de climatização de dois ambientes com um aparelho split ou mesmo construir uma casa, eles requerem o uso de tijolos e cimento.

Da mesma forma, habilidades como comunicação (verbal e escrita), relacionamento interpessoal e inteligência emocional para gerenciar relacionamentos continuarão sendo essenciais em qualquer campo de atuação.

Sempre acompanhar as mudanças

É necessário buscar informações sobre quais carreiras estão sendo impactadas pela Transformação Digital, quais estão deixando ou vão deixar de existir.

É importante que se pense no futuro e como estará o mundo nos próximos anos, pois a formação de uma carreira sólida pode levar anos.

Se uma pessoa se preparar para uma carreira que não existirá mais no futuro, poderá enfrentar dificuldades. Por isso, é essencial que sejam feitas leituras, pesquisas e buscas por informações atualizadas.

Buscar uma qualificação técnica

Quando se realiza coaching com jovens, é comum que eles tenham dúvidas em relação ao curso que devem escolher ou às competências técnicas que precisam desenvolver para atuar com laudo técnico de insalubridade, por exemplo.

Uma dica é visitar sites de busca de emprego, como o LinkedIn, para verificar quais habilidades são solicitadas para determinada vaga.

Manter-se atualizado quanto às demandas do mercado de trabalho pode servir como um guia para o desenvolvimento de competências técnicas necessárias em uma área.

Entender os processos de aprendizado

É considerado fundamental a capacidade de buscar aprendizado no contexto da preparação para as carreiras do futuro, dessa forma, assim como na operação de um paleteira elétrica 2000 kg, o conhecimento técnico é sempre fundamental.

É necessário que os indivíduos construam suas próprias trilhas de aprendizado, já que não haverá ninguém direcionando o caminho a ser seguido.

Além disso, a interdisciplinaridade é um fator importante, pois permite que o indivíduo tenha uma visão ampla e adaptável, sendo capaz de lidar com diferentes situações e desafios.

Desenvolver noções de programação

O campo de recrutamento e seleção com inteligência artificial é uma área de oportunidade para psicólogos. Há uma série de necessidades que devem ser atendidas para alimentar a inteligência artificial e as programações.

Por isso, o letramento digital é considerado um conhecimento indispensável para atuar nesse campo e os novos profissionais devem considerar possuir conhecimento abrangente em programação.

Investimento em autoconhecimento

O autoconhecimento é um processo fundamental para a identificação de preferências e habilidades do indivíduo, podendo, assim, levar a uma maior realização profissional.

É importante descobrir se a pessoa se sente mais confortável trabalhando em equipe ou sozinha, se prefere interagir com outras pessoas ou realizar atividades que demandem mais concentração e se a criatividade é um fator importante em suas escolhas.

Considerações finais

Com a evolução tecnológica e a crescente demanda por soluções inovadoras, novas áreas do mercado de trabalho vêm surgindo, abrindo novas possibilidades de carreira para profissionais de diferentes áreas.

A transformação digital e a automatização de processos têm gerado uma demanda cada vez maior por profissionais especializados em tecnologia, como engenheiros de dados, especialistas em inteligência artificial, desenvolvedores de software, entre outros.

Além disso, a preocupação crescente com questões ambientais e sustentabilidade tem impulsionado a criação de novas áreas, como a de energias renováveis e a economia circular.

Profissionais capacitados em áreas como engenharia ambiental, gestão de resíduos, entre outras, são cada vez mais valorizados no mercado de trabalho.

Outra área que tem ganhado destaque é a de saúde e bem-estar, impulsionada pela crescente demanda por serviços de qualidade e pela preocupação com a saúde mental e física.

Com a crescente demanda por soluções inovadoras, as empresas também estão buscando profissionais que sejam capazes de trabalhar em equipes multidisciplinares e que possuam habilidades de comunicação e liderança.

A capacidade de trabalhar em ambientes diversificados e lidar com mudanças constantes é uma habilidade essencial para profissionais que desejam se destacar em áreas como consultoria, gestão de projetos, entre outras.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *